Olhando para o futuro

olhando para o futuro

Adeus 2018 e obrigado pelo aprendizado. Que venha 2019!

Estamos chegando ao final de mais um ano. Agora é momento de olhar para trás, ver o que realizamos, o que avançamos e o que deixamos para trás. Ao mesmo tempo, é época de olhar para o futuro, formar novos objetivos, estabelecer metas e traçar os caminhos. Isso sem deixar de lado o momento de descanso para renovar as energias para um novo ciclo.

Final de ano é sempre uma época intensa. Entramos em um ritmo frenético de trabalho, confraternizações e inúmeros imprevistos. Mas também procuramos curtir o momento com a família e amigos, voltamos a praticar aquela atividade de lazer que estava sendo deixada de lado, aproveitamos um momento a só. Nos alegramos e entristecemos com recordações do ano que passou. Renovamos as esperanças para o futuro. Enfim, é um turbilhão de emoções.

No meio de tanto alvoroço, separamos aqui alguns pensamentos que possam auxiliar nas suas reflexões sobre o passado, presente e futuro. Queremos incentivar que cada um busque o melhor de si mesmo, em qualquer área que for. Todos nós temos algo a melhorar e superar. Unindo forças e compartilhando experiências conseguimos alcançar muito mais.

2018

No início do ano escrevemos um artigo compartilhando algumas ideias para que 2018 seja um ano muito proveitoso (você pode ler aqui). E, agora que chegamos nos últimos dias do ano, qual o balanço você faz? Conseguiu dar andamento àquele projeto que estava parado? Fez mais atividade física, como havia se prometido? Superou alguma dificuldade que parecia impossível? Como estava o seu foco em 2018?

Certamente esse foi um ano muito desafiador, por diferentes motivos. Possivelmente até chegou a ser desanimador, com tantas adversidades. Mas esses desafios não deveriam ser coisa boa? Não é uma comprovação de que estamos superando as nossas próprias capacidades? E mais além, não é uma oportunidade para aprender e crescer ainda mais?

À medida que vamos recordando de cada episódio marcante de 2018, é interessante tentar extrair algum aprendizado daquilo. Seja um momento bom ou ruim, uma conquista ou uma derrota, se conseguirmos pegar alguma lição, já terá sido uma experiência positiva.

Mesmo que alguns dos propósitos traçados ou desejos tenham sido deixados de lado por conta de outras responsabilidades, vale recordar a lição. Isso é o divino da vida, a oportunidade de ter consciência do que estamos fazendo e por que estamos fazendo.

2019

E para 2019, quais são os planos? Como estão as expectativas para o ano que vem? Vai dar para colocar em prática aquele propósito feito lá no final de 2017? Ou está com alguma ideia nova e mirabolante? Cada um de nós tem seus sonhos, suas vontades, seus desejos. Mas algo é unânime: manter consciência em todo o processo, não apenas a conquista final. Saber os desafios que estão sendo superados e não apenas ficar satisfeito com a linha de chegada.

Isso me leva uma máxima: procurar ser mais, ao invés de ter mais. Buscar ser uma pessoa melhor, independente da área que for. A partir do momento que colocamos nós mesmos em primeiro lugar, começamos a enxergar o mundo à nossa volta sob uma outra perspectiva.

A ideia não é deixar de cumprir com as responsabilidades (afinal, temos contas a pagar!). Não é também parar de comprar bens materiais. Não é nada disso. A questão é recordar constantemente do ser que somos e do ser que queremos ser. Lembrar que, para cada coisa que fazemos, temos uma vida muito ampla para cuidar. A individualidade de cada um é apenas só sua.

Gradativamente isso nos leva a encarar as dificuldades com menos peso. Indo além, vamos adquirindo um conhecimento mais real de nós mesmos. Quem somos nós, quais são as nossas capacidades, quais são os nossos limites, qual é o nosso “calcanhar de Aquiles”, quais são as nossas forças, etc. Isso auxilia na formação de um mundo melhor e mais real.

OLHANDO PARA O FUTURO

Momentos difíceis sempre vão existir. Sempre. Não se pode achar que uma hora todos os problemas vão se resolver como que num passe de mágica. Quer goste quer não, os problemas vão continuar existindo e atormentando enquanto nada for feito a respeito. Sem dúvida a vontade era de acordar e ter apenas a preocupação de decidir que horas ir no clube.

Mas a realidade é que nós somos quem nós somos, e temos que ser felizes com isso. Felizes com as oportunidades que temos de sermos melhores e de fazermos um mundo melhor. Não adianta nada ficar viajando em um mundo quimérico acreditando que se é rico, bem-sucedido ou qualquer outro desejo. Depende de cada um de nós alcançar uma posição melhor dentro das nossas capacidades.

Além disso, quem deve determinar o que é bom para nossa vida? Nós mesmos ou os outros? Aqui vale reforçar: apenas cada um conhece a própria realidade. Temos que trabalhar com o que estiver à disposição, para ampliar os próprios recursos e, gradualmente, alcançar estágios cada vez maiores.

Pode até ser que alguns dos objetivos traçados nem se concretizem em 2019. E isso é ok! Afinal de conta, depois de 2019, temos 2020, 2021, 2022, … Nossas vidas não se resumem a um ano. Nossas vidas são muito maiores. Recorde sempre de cuidar de você.

Esperamos que desfrute dessas ideias durante a passagem de 2018 para 2019. Que elas possam acender alguma luz interna. Anelamos que no novo ano, cada mês, semana ou dia seja cada vez melhor e mais feliz!

Pesquisa de Viabilidade de Marca